Primeiro Encontro

Primeiro encontro

Olá meu nome é Tânia, estou aqui para relatar o que aconteceu comigo e com a Ana (ambos nomes fictício). Bem eu sou morena clara, 1,64, cabelos ondulados, boca grande e carnuda, 75kg. Ana, muito linda, morena escura, corpo lindo, seios grandes, bunda proporcional, e uma boca deliciosa.

Me descobri bi a algum tempo, até ai vinha percebendo quanto uma mulher é capaz de levar outra a loucura. Conheci Ana um pouco antes do natal, quando estava cuidando da Lan House da minha tia, entrei no bate papo lesbico e comecei a teclar com ela, o papo foi fluindo até que estava descobrindo um tesão muito grande por Ana. Gostava de ver ela tímida quando falava bastante besteira para ela pela net, Ana me pede meu numero e passo de imediato, logo ela me liga, continuo falando coisas ãexcitantesó para ela, ela ficava super tímida. O tempo passa o grau de intimidade aumenta, peço-a em namoro, que aceita de imediato, conversar pelo celular no meio da noite, nossa gozava só de imaginar, ela era muito linda, a voz, a respiração acelerada me deixava louca. Até que resolvo ir até SP. Chegando lá fui direto para o hotel (que ficava perto de sua casa), telefonei como ficou combinado antes e ela viria ao meu encontro, tomo um belíssimo banho, me toquei no banheiro com o chuveirinho, com a mão, nossa estava extremamente excitada e não poderia demonstrar isso, até por que nunca havíamos nos visto. Visto um vestidinho solto ao corpo, chinelos havaianas, cabelo solto. O tempo passa começo a ficar nervosa, alias foram muitos meses apenas na imaginação, eu iria vê-la, não estava acreditando. O telefone toca é da recepção do hotel informando que havia uma garota, disse que podia mandar subir. Poucos minutos escuto uma batida na porta, corro, paro diante dela, respiro fundo e abro a porta. Caraca ela é bem mais bonita pessoalmente, gelei toda nossa que vontade de agarrá-la e nunca mais soltá-la, fiquei estátua olhando aqueles olhos lindos, peço para ela entrar, dei um abraço bem forte, ela sugeriu que saíssemos para jantar, fomos para um restaurante. Chegamos lá e logo percebi que uma garota estava me encarando, Ana também não tardou e ficou incrivelmente irritada, era esse o sinal que esperava, fiquei feliz. Virei para ela e disse:

_Vamos sair daqui, o clima não esta dos melhores, vamos para o hotel, de lá pedimos uma pizza.

_Claro. ãela concordou na hora. Ela estava mesmo querendo sair dali. Voltamos conversando pela rua inteirinha, falamos de tudo, e o clima cada vez esquentava mais.

Chegando no meu quarto, pedi para ela sentar na cama, abri a mala e peguei uma Correntina, ela me abraçou bem forte me agradecendo pelo presente, pedi para ela virar para colocá-la em seu pescoço. Comecei a respirar bem pertinho do seu pescoço, pude ver que ela fechou os olhos, fiquei de frente para ela, segurei seu rosto e encostei meus lábios nos seus, ela não rejeitou então abri sua boca com minha língua e beijei bastante, suguei seus lábios, mordi, fiquei assim por um bom tempo, beijei, queria muito mais que isso, fui subindo minha mão por baixo das roupas, estava me segurando para não rasgar suas roupas e amá-la de um jeito louco. Tirei a blusa, beijei sua boca, desci beijando a parte sobre os seios, beijei o sutiã que tratei de tirar imediatamente, beijei todos seus seios, passei a língua de leve no biquinho, estava muito excitada, chupei os seus seios como um bebe faminto, ela deitou na cama segurou na cabeceira e gemeu gostoso, desci pela barriga tirei o short aproveitei e tirei meu vestido, acariciei sua bucetinha gostosa por cima da calcinha, que por sua vez estava encharcada de tanto tesão, estava amando aquilo, tirei a calcinha e passei a língua de leve no seu grelho, ela gemeu e pediu mais:

_Ohhh vai, não para, vai, mais forte, vai por favor.

estava quase gozando apenas de escutar isso, puxei seu grelho para fora e cai de boca, chupei forte, as vezes mais levemente, chupei degustei do seu melzinho, coloquei um dedo, ela pediu mias, coloquei mais dois e mexi gostoso, sentindo ela rebolar na minha mão, ela gemia gritava, isso fazia minha mão mexer mias e minha boca colocar mais pressão no grelho. coloca ela de quatro chupo seu curinho e continuo na buceta gostosa penetrando por traz comendo aquela buceta maravilhosa, aumento o ritimo do meu brinquedinho coloco dois dedos no seu cu e fico assim, quando vejo que ela vai gozar tiro o caralho e coloco minha língua, sinto o seu mel escorrendo pelas pernas. Ela deita na cama cansada eu deito com ela, e ela pede quer não quer parar, que quer me ver gemendo para ela, abro minhas pernas na cama fico toda regaçada, ela sobre em mim chupa meus peitos, com a mão fazendo uma espécie de masturbação, não estava agüentando mais, queria sentir a boca daquela cachorra na minha buceta, sento no meio da cama de pernas abertas ela vem chupar, segura sua cabeça e aperto na minha buceta, ela chupa forte, mas não é o bastante para mim, grito:

_ Mas forte!!!

Não estava agüentando mais, ela mete três dedos bem no fundo da minha buceta me beija e enfia até não ter mais espaço, mexe bem forte até sentir a contração do meu orgasmo nos seus dedos.

Essa noite foi maravilhosa… Mas não acabou, fica para próxima. Espero que tenha gostado.

Entre em contato para trocarmos experiencias

Contos relacionados

Minha Noiva Deu Para O Jair Da Lotação

Eu e minha  esposa gostamos de transar e nas nossas transas falamos as vezes sobre mulheres que eu já comi e sobre os caras que ela já deu e chupou. Ontem quando estávamos transando e ela estava me chupando pedi para ela chupar a minha rola como se...

Amigos Certos Na Hora Certa

Amigos certos na hora certa Era um sabado. eu, daniel e minha noiva fomos à um barzinho encontrar com um casal de amigos. Ele, fabio, era meu amigo de longa dela, ela, sarah, era uma morena gata, gostosinha, minha noiva lu, uma morena alta,...

Dando Para Um Estranho Que Conheci Na Net

Esse conto que vou revelar é verdadeiro! Meu nome é Renata tenho 28 anos. 1,70 de altura loira olhos verdes, corpo bem distribuido, obs: bumbum bem avantajado! e sou casada ah 3 anos, depois que tive meu filho descobri uma traição do meu marido vi um...

A Gatinha De E.S. Da Net Para O Hotel

A gatinha de E.S. da net para o hotel A Gatinha de E.S. (da net para o quarto de hotel) Bom, tudo começou pela internet, famoso MSN eu cheguei na sua cidade, me acomodei num hotel bom, logo apos, liguei para ela, te convidei-a a ir me...

Amor Pela Internet dá Certo ?

Conheci  Simone pela internet, na sala de imagens eróticas e logo começamos a falar sobre sexo. Depois mudamos de assunto e voltamos a falar de sexo novamente, sobre nossas experiências e fantasias. Deixamos de teclar e passamos a conversar por telefone....

A Faxineira

Sair do seio da família foi uma escolha difícil, mas a faculdade da minha cidade não ministrava o curso que eu desejava. Tive que aprender a me virar sozinho, mas para quem vive na grande São Paulo a praticidade de um telefone trás a mão quase todos os...


Online porn video at mobile phone


contos incesto realcasa dos contos erotivoscontos eroticos irmascontos de insestosconto erotico tiacontos de pai comendo filhacontos eróticos exibicionismocontos eroticos xxxcontos eroticos em familiaconto erótico cornocontos analcontospornograficoscomendo a prima contoscontos eroticos de exibicionismoconto de incestoconto erotico alunacontos erotigoscontos eroticos enfermeiramelhor conto eroticoconto erotico lesbicoincesto contos eróticosconto erotico femininocontos eroticos siriricacontos eroticos sem viruscontos eróticos orgiascontos eroticos com namoradomeu primo me comeu a forçaconto de sexo incestocontos eroticos com vizinhascontos virgemcontos intimoscontos eroticos na academiacontos eroticos de abusoconto erotico enfermeiraconti eróticoporno contoscontos de sadocontos de.incestocontos eróticos comi minha irmãconto erotico lesbicoestorias pornoscasados contos eróticoscontos erotic oscontorroticocontos mae filhocontos de casadacontos eroticos acampamentocontos eroticos contados por mulherescontos de troca de casaiscontos de sexo realcontos de sexoscontos eróticos encoxadasconto cornocontos eróticos abusadacontos de sexosestorias pornoscontos eroticos familiacontos de sexo explícitocontos eroticos de gordinhascontos de sacanagemcontos eróticos de cornocontos erotigoscomi minha prima contos eroticosontos erotiossite de contos eróticoscontos eróticos recentecontos eroticos acervocontos eróticos proibidocontos eroticos -contos eroticos na academiacontos eróticos verídicocontos eroticos irmaosconto erótico femininocontos insestocontos eróticos proibidoscontos eroticos exibicionismohistorias de insestorelatos eroticos veridicoscontos erótico incestocontos incestos reaiscontos eroticos romanticoscontos eroticos vizinhadei pro meu cunhadocontos eroticos de virgenscontos eroticos casa dos contoscontos de sadomasoquismocontos eróticos lésbicoscontos eróticos veridicoscontos eroticos com a empregadaencoxada metroconto erotico submissacontos eroticos cunhadinhacontos eróticos pai e filhaconto erotico amadorcontos eroticos sogra