Minhta Tara (2)

O sabor de sentir tesão por compartilhar a minha mulher com outrem surgiu como o relatado no primeiro conto ?Minha Tara (1)?. E tal tesão foi crescendo quando descobri também que ao contar a ela três dias depois o sucedido, estando nós deitados à noite, a sua reação foi me beijar e cobrar o por que não a acordara e dividira com ela a reação que sentira pois gostaria de ter gozado junto comigo aquele momento. Claro que isto foi para mim uma bela surpresa. Não pelo fato de até aquele momento termos sido conservadores, não. Já tínhamos assistidos filmes e fitas picantes e já tínhamos demonstrado a um e outro, interesses em variações. Mas nunca ostensivas, é claro. Fato é que aquela novidade nos apimentou e quando ela perguntou quando haveria outra oportunidade como aquela vivida três dias antes eu lhe respondera prontamente que seria naquele instante. Tal sugerido, tal feito. Levantamo-nos, ela colocou um vestidinho mais curto, fomos para o carro e, naturalmente tive que procurar por um posto mais distante de casa que tivesse um frentista masculino que satisfizesse nossa fantasia. Ela mesma escolheu o frentista. Deitou-se como o combinado e fazendo-se de dorminhoca repeti os mesmos gestos de sair do carro à loja de conveniência. Tinha eu deixado a luz interna do carro ligada para que a visão de fora fosse mais aproveitada. E de longe verifiquei que agora somente um solitário frentista aproveitava o panorama perturbador da bunda de minha mulher com um fino fio dental. Terminado o abastecimento me aproximei e fingindo prestar a atenção ao registro do cartão na máquina de pagamento, pude perceber a mão trêmula do rapaz ao tempo que notei um volume avantajado entre suas pernas. Dei partida no veículo e minha mulher pode ouvir de mim o meu relato. Ficou animadíssima quando lhe falei da reação do rapaz, trêmulo e ereto. Ela, ao perceber o barulho da bomba abastecendo e imaginando ser observada ficara toda molhadinha. Fizemos amor como nunca dantes quando em casa chegamos. Foi um dos gozos mais retumbantes que tivemos até então em 15 anos de casados. E isto não passou despercebido por nós ambos. Muita água ainda ia rolar doravante.

Contos relacionados

Ex...é Sempre Bom Reencontrar!!!

Ex...é sempre bom reencontrar!!! Fala galera bonita, olha eu aqui novamente contando lhes mais uma de minhas aventuras. Bom quem que nunca namorou que depois de terminar sempre da uns pegas na ex ou no ex não é verdade...hehehehe, comigo não...

A Colegial.

Olá me chamo Valker, vim relatar um fato prazeroso e inesquecível que aconteceu comigo. Eu todas as manhãs costumo fazer o mesmo trajeto para ir ao trabalho, nesse trajeto existe um ponto de ônibus perto de uma praça, sempre via os mesmos rostos. Daí...

Dando Pro Meu Negão

Dando pro meu negão Acabei de fazer 18, tenho seis médio, quadris fartos e contira fina, namoro um rapaz mais velho que eu, ele tem 23 anos e bem mais experiência. Ele veio aqui em casa buscar um documento dele que estava comigo, ficamos...

Comendo a tia gostosa

Minha tia Gostosa parte 1 Real sem alcool Eu fui ate o banco era sexta feira à tarde e eu tinha algumas contas pra pagar assim que paguei liguei pra minha Tia Fran(Fictício) e o celular tocou seis vezes ela não tava querendo atender mas insisti ela...

A Minha Primeira Vez

A minha primeira vez Meu nome é Andreia 37 anos recém feitos e um corpo, na minha opinião, muito bonito. Apesar de eu ser casada há 18 anos tenho um estranho desejo por outras mulheres que às vezes até me tira o sono, estou na dúvida entre...

Bunda Gostosa

que fazer massagen nunha bunda gostosa


Online porn video at mobile phone


contos eroticos virgindadecontos amadoresconto eroticos incestoconto vizinhacontos de sexo grupalcontos sexuaiscasadocontoeroticocontos eroticos pai e filhasconto erotico perdendo a virgindadecontoscasadosconto eroticos cornohistorias reais de cornosconto erotico de cornocontos eroticos sadomasoquistascontos eroticos atualizadosdei o cu e gosteicontos eróticos mulherescontos eroticos de virgenscontos porno cornocontos eróticasconto erotico encoxadacasa dos contos eroticoporno incesto contoscontos de sexo incestocontos erotico sexoconto vizinhaconto erotico familiacontospornograficosacervo dos contoscontos de sadohistorias pornograficaconto erotico com a maecontos eróticos de surubacontos eróticos românticoscontoseróticoscontos reais de incestocontoseróticoscontos eróticos insetoscontos comendo a irmacontos eroticos professoracontos eroticos orgiacontos eroticos mulheresconto erotico titioconto erotico veridicomelhor site de contos eróticoscontos eroticos com tiascontos eroticos incestossites de contos eróticoscontos eroticos bem dotadocontos eroticos entre amigoscontoroticocontos eróticos encoxadascontos eróticos na praiacasadoscontoeroticoincesto conto eroticocontos eroticos maescontos eroticos dotadosconto erotico priminhacontos eróticos cucontos eroticos de mãe e filhocontos eróticos analcontos eróticos incestocontos masturbaçãocontos eroticos lesbiscosmeu sobrinho me comeucontos eroticos de pai e filhaconto erotico primeiro analrelatos eroticos veridicoscontoserticosencoxada no tremcontos erotikoscontos eroticos comendo a maeconti eróticoontos erotios