Luci Jacarei

LUCI JACAREI

Ola, meu nome é Luci, morena, casada, e mãe de três filhos todos já adultos e formados. Sou evangélica, moro na cidade de Jacareí-Sp. Sou até certo ponto uma mulher comum: Dona de casa, mãe. Uma mulher simples. Tenho uma boa vida com meu marido que é mais velho que eu 11 anos.

Uma coisa curiosa aconteceu comigo: Sempre fui tranqüila em relação ao meu casamento, mesmo enfrentando algumas crises. Mas, na igreja que freqüento conheci um rapaz, não vou mencionar o nome mas vou chamá-lo de Cara. Sempre o trato assim quando nos falamos.

Depois de um certo tempo ele me confessou que estava apaixonado por minha filha, dei o maior apoio pois gostava muito dele. Uma pessoa nota dez! Mas eu sabia que esse interesse não acabaria dando certo. Minha filha tinha outras intenções.

Papo vai, papo vem, nos tornamos bons amigos. Até de mais. Nos adicionamos no msn, e aí a coisa começou, tomou outro rumo. Entre uma pergunta aqui, e uma brincadeirinha ali, percebi que eu estava interessada por ele, e deixei que ele percebesse. Foi a maior burrisse. Me envolvi com o Cara. Até então nunca havia traído meu marido, mas, percebi que não sou de ferro e vacilei.

Depois de vários convites acabei indo à casa do Cara. Confesso que toda aquela conversa dele me convidando despertou em mim um tesão que eu nem sabia que tinha. Quando cheguei à sua casa o nervosismo e o tesão estavam todos misturados. Eu sentia minha xana molhada dentro da calcinha. Nem bem cheguei ele já tascou um beijo em minha boca que me deixou de pernas bambas. Que beijo gostoso! Me esforcei o máximo que pude para não transar com o Cara, mas de nada adiantou; Fomos aos finalmentes.

No quarto do Cara eu já estava totalmente entregue: Meus peitos estavam para fora da camisa, minha calça estava com o zíper arriado, o que deixou fácil para o Cara descer minhas calças até os joelhos. O Cara sabia tocar meu corpo que estava em brasa. Quando seus dedos encontraram minha buceta molhada, ele não perdeu tempo e com carinho introduziu logo dois dedos em minha xana, fazendo movimentos de vai e vem. Ele mamava meus seios fazendo meus bicos arderem e se enrrigesserem.

Não satisfeito com isso tudo, ele terminou de tirar minhas calças, e fez algo que a muito eu não recebia; Levantou minhas pernas fazendo com que minha buceta e meu ãnus ficassem à mostra. Abaixou-se em minha frente, e com a cabeça fez um movimento que entendi que estava sentindo o cheiro do meu sexo. Deslizou as mãos pelas minhas coxas chegando até minha buceta e bunda, e separou a ambos com os dedos. Minha xana estava escancarada bem na cara do Cara. Ele lambeu os próprios lábios e disse: Esse é meu presente pra você! E sem que eu esboçasse reação, senti sua língua entrar de uma só vez para dentro da minha buceta. O prazer explodiu pelo meu corpo nu! O Cara chupava minha buceta como se fosse uma manga madura, ele sentia todo meu gozo e mesmo assim não parava de sugar, de lamber. Num determinado momento, cheio de toda malícia e depravação, ele pediu que eu me masturbasse; Eu obedeci. Nesse momento ele desceu a boca para meu ãnus e me devorou vorazmente enfiando sua língua maligna dentro de mim. Ficamos assim por minutos.

Notei que ele me queria de quatro e deixei rolar. Acreditem: meu cú era virgem até aquele dia. Quando o Cara me viu de quatro em sua cama, pediu que eu arregassasse e empinasse a bunda, e mais uma vez obedeci. Eu sabia o que estava para acontecer; Eu seria sodomizada naquela tarde. Depois de muito socar minha buceta com um pau delicioso. Ele forçou meu cú com seu pau. Disse a ele que não fizesse aquilo mas já era tarde de mais. Cedi todo meu corpo para saciar nossos desejos. O Cara penetrou meu ãnus com cuidado e carinho. De joelho em sua cama coloquei minhas mãos nas paredes do quarto fazendo com que minha bunda ficasse numa posição ideal. Ele entendeu que deveria me arrombar, e de fato me arrombou como se eu fosse uma puta cheia de desejos perversos. Ele sodomizou uma mulher casada, mãe, uma mulher séria. Eu estava gemendo e me sentido mulher, me sentindo uma mulher desejada por um garanhão incontrolável. Meu cú estava sendo comido e deflorado. Aquele pau enorme estava me fazendo melar toda. Eu estava deixando de ser apenas uma mulher para ser uma puta, uma cadela, uma ordinária. Mas eu estava apaixonada por tudo aquilo. Os gemidos daquele homem me devoravam e eu transpirava pelo corpo todo.

Comecei a sentir que ele iria gozar e me preparei para receber todo seu gozo em meu cú. O Cara socou despejando em mim toda sua porra me fazendo sentir aquele líquido quente escorrendo pelo rego da minha bunda e descendo pelo pelo delicados da minha xana.

Logo contarei a vocês outro enocontro com esse Cara que me convenceu a transar com ele, e mais um amigo. Beijos a vocês todos.

Contos relacionados

Fiz De Meu Visinho Um Corno

Vou descrever minha visinha: morena clara, 1,65mt, seios avantajados, bunda grande, mtº gostosa. Eu percebia q/ sempre q/ eu estava na frente de mh casa ela saia pra fora, principalmente qdº eu chego c/ meu caminhão. É quase tds os dias, foi até q/ n/...

O Grande Conto Do Divo Radialista

Estava um dia em casa, mexendo no computador, escutando alguma live como sempre. Utilizava minha cuequinha branca puida, meias, e uma linda camisa salmão que realçava o brilho inerente aos meus olhos. No podcast uma mulher de voz seduzente lia seus contos...

Casal Com Saudade Sc

Oi, já tivemos uma experiência com uma amigo, somos casados a 12 anos eu me chamo Daniel 1,62, 75kg, 46 anos, calvo, ela lindinha 48 kg, 1,63, 34 anos, não é mulherão mas faz amor com muita vontade. Bem numas férias fomos para SC, e nos já tinhamos...

Minha Namorada Me Corneou

Olá. A historia que vou tratar nesse conto é real e aconteceu a 3 semanas atrás, mas antes preciso dar alguns detalhes. Meu nome é Diego, tenho 22 anos, sou bem branco, porte físico magro. Namoro Priscila a 3 anos. Ela é morena com o cabelo bem preto,...

Ainda Virgem

Ainda virgem Até a semana passada, eu sonhava em me casar virgem e sempre soube segurar os meus desejos ate conhecer o Raul. Raul era um cara maduro diferente dos rapazes que eu conhecia, muito paciente ele soube esperar o meu momento para avançar...

Dei O Cú Gostoso Pro Meu Cunhado

Dei o cú gostoso pro meu cunhado Meu nome é Luciana, sou loira, olhos verdes, 1,70 de altura, cintura fina, seios fartos, bumbum arrebitado, coxas grossas, 57kg. Meu namorado, Jorge, tem 22 anos, moreno, 1,75 da altura, abdomem definido, bumbum...



contos eroticos amigosacervo dos contoswww.contoseroticoscontos eroticos de padrecontos eróticos de lésbicascontos eroticos com a tiacontos erooticosconto erotico verdadeiroconto eróticoscontos heroticocontos eróticos cornoscontos eróticos zoocontos eroticos de pai e filhacontos eroticos padrescontos eroticos de virgemcontos eróticos lésbicascontos eróticos curtoscontos eroticos -conto eroticacontos eroticos da infanciacontos eroticos siriricacontos de orgiacontos eróticos de tiacontos incestuosocontos de cornoscontos eroticos melhorescontos eroticos negrascontos de inversãocontos eroticos de pai com filhacontos erótico incestocontos de incesto entre mãe e filhocontos eroticos japonesacontosfetichesconto erotico acampamentocontos eroticos enteadacontos eroticos reais incestocontos eroticos alunaconto pornoscontos eroticos gravidasconto erotico lesbicacontos eroticos lesbiscoscontos eroticos inversaocontos eróticos zoocontos eroticos primacontos eroticos insestomelhores sites de contos eroticoscontos virgemcontos eroticos sem virusconto eróticacontos de inversãoconto irmacontos eroticos com padrecontos eróticos abusadacontos porno incestoconto cornoincesto contosconto erotico no tremcontos eróticos lesbicocontos negaoencochadascontos eróticos atuaiscontos erotismocontos de scatcontos virgemencochadascontoseroticos recentescontos eroticos carnavalconto erótico cunhadaseduzindo a vizinhadepoimentos eroticosconto erotico de coroa